DESCONHECIDO

Acordar com a vida as avessas, notícias alarmantes:

VÍRUS ESVOAÇANTES ATACAM O UNIVERSO

Vírus!!! Onde????

Pega o inseticida, anda!

Corre!  se não vai voar!

É melhor essa rede que além de ser minúscula, cabe bastante vírus, assim, não importunaram mais.

Mas vírus se … Bem deixa pra lá,

Venha aqui!

Cadê aquela vasilha que lhe dei para por os vírus.

Pôs aonde?

Precisamos analisar esses miseráveis para elaborar uma vacina em caráter de extremíssima Urgência, se não exterminá-los a população mundial irá sucumbi.

Ande! Ande!!Corra! Corra!!  voe!!!

Pegue lá aquele álcool na prateleira de cima, traga o Veja, o detergete, e desinfetante, ponha tudo isso, aqui. Precisamos que este espaço esteja limpo para a fabricação da vacina.

Nossa está tudo limpinho, arrumadinho, que coisa!

O balcão está livre, vamos trabalhar!

Traga o sabão de coco, álcool gel, toalhas de mãos e luvas.

Vamos lavar as mãos, lembrem-se, há uma cerimônia específica para este momento de extrema alegria e satisfação, primeiro corte as unhas rentes e lixe-as, ensaboe bem as mãos, massageando dedo por dedo, dorso das mãos, entre os dedos, palma, o pulso e o antebraço, esfregue bem e depois enxágue bem e aplique o álcool gel.

Todos prontos!

Comecemos!

Soro fisiológico, própolis, arnica e umas gotinhas de vitamina A, C, D, E e K, misture tudo até formar uma mistura homogênea. Pronto! A VACINA está pronta a ser distribuída. Não há vírus que resista a esta vacina.

Vamos lá testá-la.

Pegue os ratos, os macacos, os caes, e os cavalos.

Ande! Vamos higienizá-los.

Pronto!

Ok!

Vamos testar!

Observação e análise.

24 horas depois!

Ninguém morreu!

Vamos fazer exame de sangue minucioso nos animais.

Após coleta, os animais estavam espantosamente famintos.

Vamos alimentá-los.

Duas horas depois.

Que maravilha!!! esses animais estão muito espertos, ativos e felizes.

Vamos ver os resultados dos exames de sangue.

Saudáveis!!!

Vamos soltá-los no campo, primeiro identificá-los e limitar a área.

Soltos, os animais retomaram suas rotinas.

12 horas depois, recolhe-se os animais para mais uma bateria de exames.

Retemos os animais em observação por aproximadamente 6 horas.

Após esse período de tempo os animais já não eram os mesmos, estavam tristes e desanimados.

Os resultados dos exames estavam prontos e apresentavam excelentes  resultados. Todos os animais estavam sadios.

Resolvemos soltá-los novamente e a resposta foi esplêndida, eles nos observaram, respiram fundo e caminharam e depois retomaram a rotina.

Não tardava a amanhecer, corremos  ao campo e os encontramos felizes e espertos.

Voltamos ao laboratório e pensamos em ratificar a vacina.

Pegamos os animais de volta e os pomos em observação por 24 horas.

Ao término do período de observação, coletamos novamente o sangue e fizemos novos exames.

Notamos que os animais, já não apresentavam receios de medo, estavam tristes e desanimados, mas não com medo, demonstravam que nos conheciam, mas mantiam uma certa reserva. Os alimentamos e aguardamos mais três horas de observação.

Os exames estavam prontos, e ratificaram os anteriores. Ou seja, estavam sadios e prontos para darem continuidade à vida deles.

Soltamo-os e novamente, eles nos olharam, caminharam e retomaram os seus espaços.

Após 48 horas retornamos ao local e eles se aproximaram e nos olharam felizes e animados, como se estivessem a espera de alimentos.

Vamos turma! Pegue lá a comida.

Ao retornarem com a comida, distribuímos e eles se alimentaram e novamente retomaram  seus espaços.

Ratificado o resultado, os pusemos em plena liberdade sem qualquer tipo de limite.

Ganharam vida e como que num passo de mágica, eles saltavam de alegria.

Distribuímos as vacinas, que ficaram prontas em 7 dias. Foram aplicadas e todos estão curados e bem de saúde, mas muito tristes, pois já não possuem liberdade.

A tarefa agora era mais séria, lutar pelo bem estar dos humanos.

BRASIL!!!!!

A liberdade cantada e estabelecida em Lei, a liberdade de ir e vir dentro de seu próprio País, já não há mais. A liberdade de dizer este é o meu País, não temos mais esse direito, demarcaram, territórios, construíram barreiras, proibiram a circulação, tudo em prol da limitação. NÃO SOMOS OBJETOS E NEM ANIMAIS, SOMOS SERES HUMANOS, SOMOS POVO DESSA PÁTRIA, BRASIL.

O BRASIL É NOSSO!  SOMOS BRASILEIROS

Publicado por MARIA DE FÁTIMA PACHECO

Professora e Escritora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: